Reportagem

Rejunte 1 e1392854723420

Rejunte: qual escolher?

Apesar de ser apenas um detalhe que vai ficar espremido entre os vãos dos pisos, a escolha do rejunte certo pode evitar dores de cabeça na hora do acabamento de uma obra.

Apesar de ser apenas um detalhe que vai ficar espremido entre os vãos dos pisos, a escolha do rejunte certo pode evitar dores de cabeça na hora do acabamento de uma obra.

Primeiro, é bom saber que o rejunte é um material cremoso, o mais comum é o branco (mas há versões coloridas) e é usado para aplicar nas juntas de revestimentos. Serve para impermeabilizar e proteger a lateral das placas, além de evitar frestas que podem comprometer a durabilidade do piso.

Os feitos à base de cimento são indicados para cerâmicas, ladrilhos e pedras em geral. “Como esse tipo é muito absorvente, ele precisa ser impermeabilizado após a aplicação para não ficar manchado ou encardido”, explica Rogério Cordeiro, diretor de design da Vidrotil.

Já os rejuntes epóxi são recomendados para ambientes constantemente úmidos. “A aplicação é mais difícil e requer a contratação de um instalador qualificado e experiente”, afirma o profissional. (via CasaeConstrucao)

O rejunte epóxi é muito prático, mas precisa ter muito cuidado na sua aplicação,  alguns cuidados como passar uma esponja úmida, ou utilizar produtos próprios para este fim, ou seja, produtos para limpeza de rejuntes (Limpa Rejuntes – isentos de ácidos). Ou a utilização de sapólio líquido com vinagre branco de álcool. É importantíssimo limpar os restos de rejunte epóxi sobre a placa cerâmica, que deve ser feita imediatamente após a aplicação, pois se ultrapassar o tempo de secagem pode tornar-se impossível sua remoção;

O mais resistente a sujeira é o rejunte à base de epóxi, ele é impermeável e resistente a manchas, a ataques químicos e à ação de fungos e bactérias. (via Casa.com.br)

Para manter o rejunte limpo, providencie produtos específicos para remover limo e detergentes biodegradáveis. O uso de escova com cerdas plásticas ajuda na remoção da sujeira, indica William Medeiros, gerente de produto da Gyotoku.

Porcelanatos e cerâmicas retificadas sao uma otima escolha para revestimentos de areas molhadas pois tornam mínima a espessura da massa entre as placas, simplificando a limpeza.

Epóxi  
É um rejuntamento bicomponente à base de resina epóxi. Ele é ideal para rejuntar qualquer tipo de cerâmica, pedra, porcelanato, mosáico e pastilhas. Possui acabamento liso diferenciado e impermeável.
Principais Características
Ótimo acabamento e impermeabilidade;
Proporciona um acabamento liso;
Fácil limpeza, pois não permite a impregnação de sujeira;
Não perde a tonalidade 
Liberação de tráfego do local rejuntado em 24 horas.
Acrílico
É um rejuntamento à base de resina acrílica pronto para uso: basta abrir a embalagem e aplicar. Secagem em 12 horas. Possui uma elasticidade diferenciada, acabamento impermeável, com excelente estabilidade de cor e grande facilidade de limpeza.
Principais Características
Flexível e impermeável;
Pronto para uso, basta retirar do sachê e aplicar;
Proporciona um acabamento liso;
Não perde a tonalidade;
Liberação de tráfego do local rejuntado em 12 horas.
Fonte: Site O Azulejista