Reportagem

Naplanta thumbnail 100x100

Dicas de segurança para proteger sua residência

Conhecer algumas das principais dicas de segurança para residência pode ser fundamental para quem mora em grandes centros urbanos, mas também para quem reside em áreas mais afastadas, evitando inconvenientes perigosos.

Os índices de criminalidade divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado de São Paulo, em 2018, indicam que houve aumento de 56% nos roubo e furtos a condomínios, em comparação ao ano anterior.


Já no Rio de Janeiro, o Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou um crescimento de 70% de invasões a domicílios no mesmo período. 


Outras cidades também passam por esses problemas, mostrando que investir em elementos de segurança para proteger a sua casa é cada vez mais essencial. 


Para tentar minimizar esses problemas, é muito comum que a administração condominial responsável pela gestão de conjuntos residenciais e empresariais recorra a soluções de proteção patrimonial, reduzindo os riscos para os moradores e frequentadores.


No caso dos imóveis de rua, esse cuidado é ainda mais fundamental, já que a exposição a esse tipo de situação é ainda maior. 


Sendo assim, quem deseja ampliar o nível de segurança da residência deve encontrar os melhores recursos disponíveis no mercado, tendo a consciência de que esse pode ser um fator determinante para a proteção dos moradores. 


Então, se você quer saber como garantir a tranquilidade para a sua casa ou apartamento, siga na leitura deste conteúdo e conheça algumas dicas que podem ajudar você a proteger o seu imóvel.

Elementos de segurança para imóveis

Adquirir um sistema completo de segurança pode ser caro, mas é possível ir investindo aos poucos nos principais equipamentos disponíveis no mercado, e montar uma estrutura eficaz de proteção para a sua casa.


Entre os principais elementos de segurança para uma residência, é possível elencar:


  • Câmeras de vigilância; 

  • Cercas elétricas;  

  • Alarmes e sensores; 

  • Portão eletrônico.

Câmeras de vigilância

A instalação de câmeras de segurança é uma das opções mais escolhidas pelos proprietários de imóveis e pelos moradores de condomínios, justamente porque ela auxilia no monitoramento do local e no reconhecimento de pessoas. 


Não à toa, elas também são posicionadas na parte interna do imóvel, assim como na de alguns prédios, permitindo neste caso, um controle mais amplo das áreas de acesso comum.

Cercas elétricas

A cerca elétrica residencial é indispensável para áreas externas, podendo ser posicionada sobre os muros de uma edificação, contornando-a por completo, com o intuito de inibir possíveis invasões no local. 


Ao ser instalada na residência, é preciso sinalizar a sua presença com o uso de uma placa, advertindo sobre o perigo de choque ao ter contato com a cerca. 

Alarmes e sensores

Outro mecanismo eficaz para a proteção do imóvel é a instalação de alarme sem fio e de sensores, que tem como objetivo promover o aumento da proteção da casa quando se está ausente. 


Isso porque o alarme e o sensor são disparados quando há movimentação no espaço, de modo que para ativá-los é preciso que a casa esteja vazia.


A ativação e a desativação desses recursos dependem do uso de senha numérica ou da digital de pessoas cadastradas no sistema de monitoramento, e por isso limitam o acesso de indivíduos estranhos. 

Portão eletrônico

O portão eletrônico também é um elemento de segurança importante, já que permite o acesso do morador à área interna sem que ele precise descer do automóvel, evitando que seja surpreendido por criminosos. 


Se a sua casa já possui portas de aço automáticas, esse é um benefício que ajudará você a abrir e fechar o imóvel sem perder tempo procurando as chaves da casa, por exemplo. 


Esses são alguns dos principais equipamentos que podem ser adquiridos para potencializar a proteção da sua casa, podendo garantir o aumento da segurança da sua família com instalações que são feitas de modo simples e rápido. 

Dicas para tornar a sua casa mais segura

Depois de saber quais são os elementos mais comuns em um sistema de segurança residencial, você pode garantir ainda mais proteção para a sua casa ao aplicar algumas das dicas que serão mencionadas a seguir. 

01. Verifique o sistema elétrico da sua casa

Para não ter problemas posteriores com a instalação de vários equipamentos eletrônicos de segurança, é fundamental garantir uma boa infraestrutura elétrica na sua residência, para que ela comporte adequadamente o uso de diversos aparelhos ao mesmo tempo.

02. Garanta uma boa iluminação

Em geral, as invasões a domicílios ocorrem em regiões mais escuras, onde a incidência de luz é pequena, facilitando que o criminoso entre na casa sem ser visto. 


Nesse sentido, é importante que você verifique como anda a iluminação ao redor do seu imóvel, e caso seja necessário, aplique novos pontos de luz na sua casa.


Uma dica econômica é apostar em lâmpadas com sensor, que acendem automaticamente ao captar qualquer movimentação. 

03. Ter muros e portões altos

Dificultar o acesso de pessoas estranhas ao seu imóvel é altamente recomendado, de modo que ter portões altos é um dos meios mais eficazes de impedir esse tipo de ação criminosa. 


Além disso, se o muro da sua casa ainda não tiver um bom tamanho, é preciso considerar o aumento dele, assim como a troca de portões, que certamente oferecerá maior segurança. 

04. Instalar portas reforçadas

Alguns modelos de portas são bastante frágeis, podendo ser danificadas facilmente em caso de invasão. 


Por isso, uma recomendação importante é adquirir modelos reforçados ou maciços, que possuem uma boa resistência contra arrombamentos. 


Em bairros mais visados pelos criminosos, é muito comum que os proprietários invistam até mesmo em uma porta blindada, garantindo que mesmo em situações de alto risco nenhum dos seus familiares fique exposto. 

05. Aplicar trancas nas portas

Para reforçar a segurança das suas portas, você pode optar pela aplicação de trancas na sua residência, de modo que elas ganhem o reforço desse elemento, em conjunto com a fechadura. 

06. Escolher janelas seguras

As janelas também devem ser estruturas fortes e seguras na sua casa. Em regiões onde os índices de criminalidade são altos, é comum que os moradores instalem grandes, impedindo a entrada de pessoas estranhas. 


Para potencializar a proteção das janelas, pode ser importante que você instale trincos na parte interna, de modo que elas possam ser devidamente trancadas. 

07. Coloque películas nos vidros

Colocar películas que impeçam a visão de quem está na parte externa do imóvel é uma boa maneira de bloquear olhares de pessoas maldosas, que podem querer saber se há moradores dentro da casa ou se há objetos de alto valor no local.


Elas podem ser facilmente aplicadas nas janelas, mas se houver áreas com vidro também nas portas, é importante cobri-las com a película igualmente. 

08. Tenha uma portaria virtual

Um recurso interessante para diversos condomínios é utilizar uma portaria virtual para controlar a entrada e saída de pessoas no espaço.


Todo o serviço é feito a distância, e funciona com a identificação diretamente de uma central, onde o profissional responsável reconhece se quem está tentando entrar é um condômino.


Em caso de visitas, os moradores são contatados para verificar se o convidado está autorizado a entrar, garantindo uma proteção extra para o condomínio. 

09. Tenha cuidado com plantas que obstruem a sua visão

Em imóveis onde há um jardim na parte frontal, é muito comum que algumas plantas acabem obstruindo a visão geral da área externa, impedindo que qualquer movimentação estranha seja percebida pelos moradores. 


Por isso, é de grande importância que você mantenha as espécies presentes no local devidamente podadas, garantindo que seja possível perceber se há algo estranho fora da casa.

10. Adquira um interfone com câmera

Recepcionar pessoas que você não conhece pode ser um problema. Contanto com o elemento surpresa, é possível que um criminoso se aproveite de um instante de distração para invadir a casa nesse momento. 


Para diminuir o perigo desse tipo de situação, uma solução interessante é adquirir um interfone com câmera, de modo que você consiga identificar previamente se deve ou não receber a visita que tocou a campainha. 

Considerações finais

Com índices de criminalidade crescentes em diversas regiões, investir em ações para que a sua casa possa estar protegida é fundamental. 


Nesse sentido, conhecer os principais equipamentos de segurança, e considerar as especificidades do seu imóvel, é a maneira mais eficaz de escolher os elementos que fazem mais sentido para a segurança da residência. 


Além disso, você pode buscar pelos itens mais modernos em termos de segurança, que vão valorizar a sua casa, ao mesmo tempo em que ela estará preparada para evitar qualquer situação de perigo para a sua família. 


Por isso, ao decidir instalar os equipamentos necessários, é importante que você contrate empresas ou profissionais da área, que vão garantir que todos os sistemas funcionem corretamente, de modo a promover a segurança na sua residência. 


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.