Reportagem

Casa

Conheça mais sobre os processos de automação residencial

A automação residencial, até pouco tempo atrás, parecia coisa de filme, de construções tecnológicas ou acessível apenas para quem pode ter certos luxos.

No entanto, atualmente, a automação residencial se tornou uma possibilidade cada vez mais acessível e importante em diferentes projetos de construção e reforma.

Trata-se de um sistema inteligente, que funciona como um facilitador de processos do nosso dia a dia, que descomplica a vida de quem usa. E mesmo que seja uma realidade, algumas pessoas ainda não entendem como funciona.

A compreensão pode até parecer um pouco desconhecida, mas ao se informar mais sobre seu funcionamento, podemos ver que seu principal objetivo é tornar a vida das pessoas o mais simples, fácil e segura possível.

Existe toda uma história por trás dessa evolução, então, conhecê-la aumenta a compreensão que temos e nos permite entender a sua importância. Inclusive, conseguimos identificar o quanto ela é necessária.

Desde a iluminação da casa até o uso de eletrodomésticos, tudo pode ser automatizado e tornar o dia a dia muito melhor. Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é automação residencial, sua evolução e quais vantagens ela pode trazer.

O que é automação residencial?

A automação residencial surgiu em 1970, nos Estados Unidos, e com o passar do tempo tem trazido muitas inovações, em diversos itens que usamos em nosso dia a dia. Dentre eles:

  • Fechaduras eletrônicas;

  • Temporizadores;

  • Sistemas de controle de temperaturas;

  • Eletrodomésticos.

A automação nada é mais é, do que a tecnologia facilitando algumas atividades habituais, como ouvir música usando um sistema de som ambiente residencial. Essas atividades, em uma casa convencional, ficam a cargo de seus moradores, mas numa casa automatizada, são feitas pelos próprios sistemas.

Essa solução traz mais conforto, por meio de uma tecnologia flexível e expansível, que o próprio usuário estabelece como será beneficiado. Ele pode otimizar o seu tempo, reduzindo atividades rotineiras, tendo acesso a mais conforto, economia e segurança em seu dia a dia.

Tem como objetivo conectar aparelhos e dispositivos, que são acionados e se comunicam por meio de um controle centralizado, que pode ser acessado por meio de smartphones, tablets e computador.

Por meio dos equipamentos de automação residencial, o usuário consegue, por exemplo, ativar ou desativar as luzes em períodos específicos do dia.

Também pode ativar a iluminação quando o sistema de alarmes for acionado, e ainda programar o ar condicionado ou aquecedor para ligarem poucos minutos antes de ele chegar em casa.

A automação residencial também gera relatórios com informações sobre equipamentos que estão gastando mais energia. Ou seja, é um excelente recurso para economizar.

Vantagens da automação residencial

Já falamos um pouco sobre algumas das vantagens trazidas pela automação residencial, mas, neste tópico, vamos nos aprofundar um pouco mais nelas para que você entenda sua importância.

O primeiro benefício é a segurança e, no Brasil, isso infelizmente é muito importante. Por meio da instalação de sistema de monitoramento, é possível saber tudo o que acontece na casa, mesmo que os moradores estejam longe.

Os aplicativos e câmeras são ligados ao sistema de automação, o que também garante mais segurança a idosos, crianças e pessoas portadoras de deficiência.

A praticidade também é outra vantagem, pois você pode acender uma lâmpada, mesmo estando fora de casa. Isso traz mais comodidade e conforto, porque é possível realizar outras ações, como ligar o ar condicionado, irrigação do jardim etc.

Outro exemplo de praticidade é programar o GPS do carro ou celular para que, ao se aproximar da residência, a garagem se abra, o ar condicionado ligue e a cafeteira comece a preparar um café.

O melhor é que tudo isso não vai aumentar o consumo de energia, pelo contrário, os aplicativos e dispositivos de automação conseguem gerenciar o consumo de energia da residência.

Tendo o integrador de sistemas de automação residencial em mãos, é possível saber o que está consumindo mais energia e economizar de maneira racional.

O que pode ser automatizado?

Em vista das vantagens que a automação pode trazer, é natural que as pessoas se interessem por viver em uma casa inteligente. Então, dentre os principais tipos de automação que é possível ter estão:

  • Automação da iluminação;

  • Controle a distância;

  • Sistema de som;

  • Sistema de segurança;

  • Biometria;

  • Segurança eletrônica;

  • Controle de cortinas e janelas;

  • Irrigação de jardim.

Com relação à automação da iluminação, é possível programar as luzes para determinados horários e também de maneira personalizada, como “iluminação para assistir filmes” ou “iluminação para festas”.

Quanto ao controle a distância, por meio de dispositivos móveis, é possível apagar aquela lâmpada que você esqueceu acesa, podendo, ainda, controlar o volume da iluminação e outros itens da casa.

Com o sistema de som é possível ligar e desligar aparelhos por meio da automação residencial, também usando os dispositivos móveis, distribuindo músicas para os cômodos e controlando o volume.

Quanto ao sistema de segurança, mais do que visualizar as câmeras, é possível configurar instalação de sistema de incêndio, como sensores de fumaça, sprinklers, além de comunicação direta com a polícia, bombeiros etc.

Por meio da biometria é possível controlar a luz e outras funções da casa, além de protegê-la contra a entrada de pessoas desconhecidas. O sistema de biometria é um exemplo de segurança com automação.

A segurança eletrônica na automação também permite o uso de sistemas que aumentem a proteção da residência, como a instalação de câmeras, interfone e, inclusive de um sistema de portaria inteligente.

Com o controle de cortinas e janelas, é possível aproveitar a iluminação natural, evitando que as luzes se acendam em momentos desnecessários. Além disso, é possível unir esse sistema com os sensores de luz e automação de iluminação. 

Por meio de sensores da irrigação de jardim, de umidade do solo e temporizadores, é possível, até mesmo, automatizar a forma de molhar o terreno, mantendo as plantas sempre bem cuidadas.

Tendências de automação

Cada vez mais, a Inteligência Artificial (IA) vem se sofisticando, e sistemas como Google Home estão sendo cada vez mais comuns através da internet das coisas. Com isso, a tendência é que a integração de inúmeras aplicações dentro das residências seja cada vez mais comum na rotina das pessoas.

Ou seja, além de celulares, tablets, eletrodomésticos e equipamentos com sensores que podem controlar janela de alumínio com persiana integrada, é possível processar informações, identificar padrões e realizar tarefas obedecendo a comandos.

Isso tudo dita o futuro da automação industrial, pois uma TV, um aparelho de som, uma geladeira, os carros e toda uma infraestrutura pode se conectar, comunicar e ser automatizada.

Não se trata de um filme de ficção científica, trata-se de uma tecnologia que já é realidade no mundo em que vivemos hoje. Os integradores de automação residencial estão atentos às tendências de projetos com características funcionais e produtivas.

Por meio da consolidação e da aplicação de alguns conceitos que abrangem a automação residencial, como automatizar persianas para escritório, a tecnologia acaba conquistando e promovendo esse mercado cada vez mais.

No entanto, é preciso aperfeiçoar a capacidade de resposta, para combater a vulnerabilidade dos aparelhos de ataques virtuais.

Imagine, por exemplo, se o smartphone que você usa para controlar todo o sistema de segurança da sua casa seja invadido por um hacker, que consiga desativar todos os alarmes e fechaduras.

Dessa forma, é preciso proteger os aparelhos que fazem o controle dos sistemas, para garantir que eles não sejam usados por terceiros. É importante lembrar que, assim como a tecnologia em segurança evolui, invasores acompanham essa evolução para continuar roubando residências.

No que diz respeito às casas inteligentes, o que está em jogo é sua privacidade e integridade, aspectos garantidos pela automação e que devem ser levados em conta na hora de apresentar o projeto a um novo usuário.

Por fim, é necessário que a residência possua internet com conexão Wi-Fi, funcionando em perfeitas condições. Dessa forma, é possível instalar todas as opções em automação residencial.

Isso vai tornar o dia a dia muito mais moderno, prático e seguro, sem que haja a necessidade de desperdiçar tempo com atividades que uma casa inteligente pode fazer por você.

Conclusão

Desde sempre, o principal objetivo da tecnologia é facilitar o dia a dia das pessoas em tudo o que ela puder atender. Sua evolução é rápida e o ser humano vem se beneficiando de muitas maneiras, sendo que a automação residencial é uma delas.

Imagine chegar em casa e ter a banheira preparada, a cafeteira fazendo café e o ar condicionado proporcionando a temperatura que te agrada? E tudo isso sem precisar fazer nada? Muito prático, não é?

Tudo isso é fruto da automação industrial, que veio para tornar o seu dia a dia muito mais confortável, seguro e moderno.  

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.