Reportagem

Naplanta thumbnail 100x100

Importância de realizar a avaliação de um imóvel

Fazer a avaliação de um imóvel é um passo importante para qualquer processo de compra ou venda de casas e apartamentos.

É assim que se torna possível definir o valor real do imóvel com segurança, seguindo todos os passos e protocolos necessários.

Esse tipo de análise é realizada por meio de um laudo de avaliação de imóveis, onde são medidos todos os aspectos que importam na hora de calcular o preço, tanto fatores internos quanto externos.

Inclusive, a avaliação é um ótimo meio de descobrir se precisa fazer uma restauração de tacos antigos em seu piso, se é necessário trocar a mangueira do ar condicionado, entre outros pontos, uma vez que avaliará em detalhes todos os cômodos da casa.

Isso significa identificar se há realmente a necessidade de uma reforma ou reparo no local, a metragem exata do imóvel, sua localização e benefícios nas proximidades, além de uma série de outros fatores importantes para a negociação.

Dessa forma, é possível analisar o valor de mercado que qualquer bem imobiliário possui. Ademais, existem diversas normas e procedimentos que devem ser realizados conforme regulamentação, e muitos destes fatores estão atrelados ao mercado da região do imóvel.

Dessa forma, contar com os serviços de avaliação imobiliária é uma excelente maneira de conseguir identificar todos os elementos necessários para a negociação de um imóvel.

A avaliação é importante para diversos casos, incluindo pontos como:

  • Compra;

  • Venda;

  • Financiamento;

  • Construção;

  • Herança.

Em todos estes casos, é importante identificar o real valor do imóvel, para que as decisões sejam tomadas de forma correta e evitem prejuízos ou problemas na justiça em decorrência da negociação.

Conheça os principais critérios de avaliação

Existem diversos critérios que devem ser levados em conta na hora de precificar corretamente um imóvel. Entretanto, alguns destes se destacam.

Para te ajudar no processo, uma empresa de reforma e construção, por exemplo, pode contar com especialistas em avaliação, que conseguirão identificar todos os pontos que precisam de reparos na casa.

Então, quanto mais você souber sobre o ambiente de um imóvel em particular, mais fácil será identificar os motivos de seu valor. Por isso, é importante ter em mente sempre estes elementos quando estiver procurando comprar ou vender um imóvel.

Localização

Este é um dos pontos-chave de uma negociação. A localização é um importante fator para a valorização ou desvalorização de um imóvel. Isso pode ser calculado desde o macro, na cidade em que o imóvel está, até o micro, como o bairro.

No caso da cidade, é importante pensar em toda a infraestrutura que o município tem para oferecer. A qualidade de escolas públicas, hospitais, segurança e vigilância, além de muitos outros elementos sociais e culturais.

Por isso, estar em grandes centros, com diversas atividades, pode acabar valorizando seu imóvel. Já em um ambiente mais próximo, o valor de seu imóvel é afetado por uma série de pequenos detalhes que facilitam a vida da pessoa que for morar.

Entre eles, a possibilidade de fácil acesso ao transporte público, serviços próximos, como farmácias, postos de combustível e áreas de lazer podem ser grandes diferenciais para o valor venal do imóvel.

Vizinhança

Quanto mais poluição sonora seu imóvel receber, maiores as chances de diminuir o valor de venda. Isso também é importante para se pensar com relação a casas de show, feiras e outros pontos que podem ficar próximos de sua casa.

Entretanto, se sua vizinhança for pacífica, seus vizinhos não forem barulhentos e você não tiver problemas de barulho, pode usar isso como um argumento para melhorar a avaliação de seu imóvel.

Segurança

Este é um tema que tem sido muito procurado. As ameaças externas cresceram, e com isso há uma necessidade maior de segurança. 

Por isso, um imóvel em área segura, com procedimentos de proteção como guarita e circuito fechado de CFTV são grandes diferenciais hoje em dia.

Alguns elementos, como o projeto de AVCB, são obrigatórios e devem estar sempre em dia. Porém outros podem servir como um diferencial, por exemplo, as câmeras de segurança e uma cerca elétrica.

Até porque, cidades grandes têm sofrido com o aumento da violência, e por isso muitas pessoas buscam em imóveis um porto seguro, um ambiente no qual elas possam descansar e tirar as preocupações da cabeça.

Em contrapartida, em bairros violentos ou mais afastados de pontos de segurança, como postos de polícia, o valor do imóvel tende a diminuir. Se você está tentando vender uma casa, existem diversos pontos que podem ser explorados para aumentar a segurança.

Estrutura do imóvel

Um dos pontos primordiais de uma avaliação é identificar se a estrutura do imóvel está de acordo com as normas e regulamentos necessários. Isso inclui uma série de elementos, como o revestimento, pintura, elétrica, hidráulica e muitos outros detalhes.

Mesmo os móveis podem fazer a diferença aqui. Uma bancada de inox sob medida, por exemplo, assim como móveis planejados, podem ser um bom ponto para aumentar o valor da avaliação.

Quanto menos tiver que ser feito e adaptado pelo comprador do imóvel, maior será o valor dele na avaliação. Isso porque quando existem reparos e outros detalhes que precisam ser vistos, isso pode acabar sendo descontado do preço final do imóvel.

Áreas externas

Assim como a área interna, este é um importante ponto, que serve como argumento de vendas. Em casas, é importante que a estrutura externa esteja em ordem, com pintura atual e muros e fachadas em bom estado de conservação.

Por isso, contate sua administradora predial se identificar qualquer tipo de problema na estrutura do edifício para uma rápida resolução, visando aumentar a valorização do imóvel como um todo.

Ademais, uma casa que tenha uma aparência externa ruim causa uma má impressão, e pode até mesmo fazer um cliente desistir de negociar o imóvel. Em casos de apartamentos, isto também é verdade.

E esse tipo de preocupação vai ainda além em um condomínio, uma vez que você deve se atentar a preservação das áreas comuns do prédio, como salões de festas, piscinas e outros locais de lazer.

Até mesmo áreas pouco utilizadas devem estar em ordem. Pensando nisso, verifique se há a necessidade de uma pavimentação asfáltica para estacionamento, assim esse pode ser outro ponto de valor durante a sua avaliação.

Documentação

Este é um ponto que, muitas vezes, não é levado em conta na hora de fazer a avaliação, mas pode ser um excelente argumento de vendas. Isso porque quanto mais rápido você conseguir resolver a documentação, mais fácil será a transação.

Além disso, a documentação em dia indica que não haverá nenhum problema legal que precise ser resolvido antes da venda do imóvel, como impostos atrasados ou outro tipo de problema. Assim, a pessoa pode se tranquilizar durante toda a operação.

Se houver algo irregular com a documentação, será preciso gastar dinheiro com cartórios, além da quitação de qualquer valor em atraso. Por isso, o ideal é que tudo já esteja devidamente arrumado quando você for vender.

Métodos de avaliação de imóveis

Assim como existem diversos elementos para a análise de um imóvel, existem diversos métodos diferentes para realizar esse tipo de avaliação, e é importante identificar qual modelo o profissional está utilizando, para conseguir compreender o resultado apresentado.

Dentre as opções, as mais comuns no mercado atual são os métodos evolutivo, involutivo e comparativo. O primeiro é muito utilizado para imóveis em grandes centros urbanos. Sua base é calcular o valor do terreno e identificar todas as benfeitorias realizadas.

Já o involutivo é utilizado em terrenos que fogem do padrão, onde é feito um estudo mais técnico para definir o valor bruto do terreno. O comparativo é o mais conhecido, e utiliza dados diretamente do mercado para aproximar o imóvel da realidade.

O último é o mais utilizado, uma vez que ele faz um paralelo mais completo com outros imóveis em situação similar. Isso significa que serão avaliados outros espaços no mesmo bairro, com a mesma metragem e quantidade de cômodos.

Assim, o avaliador conseguirá identificar tudo o que precisa ser feito em seu imóvel, indo desde a revisão das instalações elétricas prediais até uma simples pintura na fachada no imóvel. 

Considerações finais

Qualquer pessoa que tem o interesse de negociar um imóvel precisa saber exatamente qual o valor que pode ser oferecido. Assim, é possível identificar a margem de negociação e o quanto você quer de lucro para conseguir conquistar um resultado adequado.

Por isso, a avaliação é parte essencial de qualquer trabalho, e deve ser realizada sempre com cuidado por um profissional, como o corretor de imóveis.

Ele conseguirá identificar a realidade do imóvel que você possui, sem modificar o valor de forma incorreta e possibilitando que você consiga a melhor negociação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.