Reportagem

Naplanta thumbnail 100x100

Por que fazer automação residencial?

Quando pequeno você era fã daqueles desenhos com um monte de tecnologia, que automatizava toda a rotina de uma família?

Sim ou não, não importa, até porque estamos na nova realidade da automação residencial.


Praticidade e comodidade são as características de uma vida moderna sem preocupações e que tem muita fluidez. É por isso que as pessoas optam por transformar suas residências em verdadeiras casas inteligentes e tecnológicas. 


Quer saber mais por que fazer isso em sua residência pode te dar mais segurança e facilitar sua vida? Conheça mais sobre os conceitos e suas aplicações. 

O que é automação residencial?

A automação residencial faz parte do conceito de "Internet das coisas", também conhecido como IoT, que é a forma como os dispositivos e aparelhos podem ser conectados em rede para nos fornecer um controle perfeito sobre todos os aspectos da casa.


A automação residencial não é algo essencialmente novo, mas sua popularidade começou, de fato, apenas há alguns anos. Antes, era até normal em filmes dos anos 1990 ver casas com iluminação e eletrodomésticos conectados. 


Hoje, esse mercado foi revolucionado e não se resume apenas a dar duas palmas e acender ou apagar a luz. 


Recentemente, a tecnologia incorporou a ideia de mundo interconectado apenas com o toque dos dedos ou um simples comando de voz. O sonho de tornar a casa inteligente agora é realidade. 


Com a automação residencial, você pode programar de forma automática e sem muitas interrupções como um determinado dispositivo deve reagir (tocar, acender, apagar), quando deve reagir e porque deve reagir. 


Essa é a essência desse novo conceito de lidar com a casa. Você precisa pensar como você quer que a casa funcione a partir da ajuda dos aparelhos interconectados e que farão várias coisas automaticamente, simplesmente, porque você programou. 


Baseado em suas preferências pessoais, você pode controlar desde as cortinas no seu quarto até as luzes de toda a casa e as instalações elétricas prediais.


Para pessoas que queiram ir mais a fundo, as novas tecnologias de automação residencial podem enviar alertas para o seu smartphone e notificar sobre imprevistos enquanto você estiver fora de casa. 

Como funciona a automação residencial?

Para fazer isso, hoje em dia é muito simples. Geralmente, os dispositivos que podem se conectar e participar da automação residencial integrada são controlados de forma remota, sem tocá-los. Mas como isso? Por meio do seu smartphone. 


Normalmente, basta baixar o aplicativo certo, fazer sua conexão wi-fi ou outra forma de rede sem fio funcionar em todos os dispositivos e pronto: você já pode ter sua casa automatizada. 


Já pensou acordar de manhã com as cortinas se abrindo sozinhas e um monitoramento de alarme relaxante entrar no quarto para te dar bom dia e acordar na hora exata que você programou?


Aí quando você chega na cozinha, provavelmente em uma casa conectada o café já estará pronto e fresquinho para ser tomado, e o pãozinho que você deixou no forno no dia anterior já estará tostado. 


Esse é apenas um exemplo de como uma rotina matinal pode funcionar muito bem e com fluidez, ou seja, sem você fazer absolutamente nada, a partir de um sistema de automação residencial.


Vimos que dá para controlar as tecnologias por aplicativo e por programação de horários de funcionamento de cada gadget, certo? Mas a bola da vez é a automação residencial por assistentes de voz. 


Isto é,  você pode usar sua voz para controlar dispositivos, seja desarmando um sistema de segurança ao entrar pela porta de aço automática ou configurando um temporizador enquanto suas mãos estiverem ocupadas. 

As vantagens da automação residencial

Você deve estar com curiosidade de saber quais são as principais vantagens de ter uma casa inteligente a partir deste conceito de automação residencial, certo? Então, vamos lá! Conheça os benefícios de ter uma casa assim. 

Segurança

Automação residencial e sistema de segurança eletronica andam juntos nas casas que costumam ser mais conectadas. Isso pode realmente dar outro sentido de segurança para sua residência e seus familiares.


A automação residencial não é apenas um ótimo recurso de segurança em termos de evitar roubo e invasões à sua casa. Com o sistema, você também pode verificar se todos os seus aparelhos estão desligados ao sair de casa pela manhã, evitando incêndios, por exemplo.


Mas o principal em termos de segurança é poder ter um sistema de controle de acesso sobre as fechaduras das portas, o que pode ser de grande utilidade caso você acidentalmente se esqueça de trancar ao sair pela manhã e também evitar que outras pessoas entrem.


Se você puder simplesmente trancar as portas com um toque em seu smartphone, tablet ou com um clique do mouse durante seu trabalho no escritório, poderá se concentrar e passar o dia despreocupado. 


Pense o contrário: se você esquecesse a fechadura aberta, ou teria que voltar para conferir se havia fechado e realmente trancar ou passaria o dia com aquela preocupação latente de: “e se alguém entrar em casa?”. 


Com uma casa inteligente e automatizada, você também poderá monitorar e receber um alerta caso alguém entre em sua casa, por causa de sensores de segurança interconectados com o seu aplicativo no smartphone. 


As câmeras de segurança são outra parte do sistema de automação residencial e são os melhores olhos que você pode ter em sua casa.


Com um sistema doméstico inteligente, você não apenas poderá ver o que está acontecendo em sua casa, mas também poderá manter gravações e guardá-las para ver depois, caso queira. 

Temperatura e energia

Você sabia que dá até para ajustar a temperatura dentro de sua casa? Isso pode ser aplicado tanto no aquecimento de pisos quanto no ar condicionado fancolete


Isso significa que sua casa pode ser aquecida ou resfriada antes de você chegar ou na hora que você quiser. Basta dar um simples toque em seu celular ou programar os horários que você quer que essas coisas aconteçam periodicamente. 


Além disso, ter um controle preciso sobre a energia usada, bem como a temperatura, pode garantir que sua casa seja mais eficiente em termos de energia, sem que você precise gastar a mais. Projetos de luminotécnica podem ser muito bem-vindos, por exemplo.


É por isso que as casas inteligentes dão mais consciência ambiental a partir do entorno de sua residência. O sistema de controle de luz para a casa não é apenas conveniente, mas você verá que isso fará diferença na conta de luz, sendo uma grande economia.


Dependendo do sistema que você tem em sua casa, ele pode sugerir configurações de eficiência energética e fazer com que tudo funcione na hora que deve estar ligado e quando não precisar mais, o sistema desligará sozinho 

Dicas sobre a conexão para sua casa ficar automatizada

Você sabia que antes de pensar em uma casa automatizada e já comprar todos os aparelhos, é preciso verificar o sistema de conexão da sua casa? Sim, esse é um passo básico e essencial para isso se tornar realidade.


Para isso, você precisa saber sobre os protocolos que permitirão que os aparelhos se conectem entre si e com o seu smartphone. São como idiomas tecnológicos em que os aparelhos falam a mesma língua ou línguas parecidas.


Mas para a automação funcionar com fluidez, você precisa garantir que essa Torre de Babel tecnológica funcione e se conecte bem. Os principais protocolos são:


  • Wi-fi;

  • Bluetooth;

  • ZigBee;

  • Z-Wave;

  • Thread.


O wi-fi é o protocolo mais comum. Praticamente todo lugar com internet, atualmente, tem uma rede wi-fi. Mas nem sempre este é o melhor sistema para garantir uma boa automação, lembre-se disso. 


Muitos dispositivos conectados podem acabar minando a velocidade de sua internet e prejudicar a conectividade da casa. 


Para isso, há no mercado protocolos mais específicos que foram pensados justamente para serem um complemento de conectividade, com melhor funcionamento. 


É o caso do Z-Wave, por exemplo, que também é uma conexão sem fio, mas que não interfere na internet contratada da sua casa. 


Já o Thread é um protocolo de rede sem fio que também permite a conectividade entre dispositivos e até a conexão com uma nuvem de compartilhamento de arquivos. 


E o Bluetooth, apesar de ser mais limitado, também pode funcionar no sentido de automação da casa. Para muitas pessoas, apenas o wi-fi e o Bluetooth podem ser suficientes, mas avalie sua situação e veja se não vale a pena outros protocolos.

Considerações finais

Automatizar sua casa não pode ser feito em um dia, mas pode ser algo que vá mudar sua vida e sua rotina lá na frente, quando você tiver tudo programado e acertado, em termos de tecnologia e estrutura.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.